Um paraíso em perigo

Amazônia ameaçada: desflorestamento, incêndios florestais e pecuária.

Reagir e Proteger

E difícil de ignorar… A Amazonia sofre.

Somente uma conscientização global poderá salvar a Amazônia e o resto do planeta com ela. Essa urgência planetária ecoa como sendo a essência pura da Amazonia Wild Experience.

A desflorestação, a exploração mineral ilegal, os desmatamentos e os incêndios já atingiram o nível máximo dos últimos 11 anos e os cientistas dizem que estamos nos aproximando de um ponto sem volta- Depois disso a Amazônia não funcionará mais como ela deveria.


Mines et déforestations

O desflorestamento

Entre 1492 e 1970, 1% da floresta amazonense foi destruída. Nos últimos 35 anos, essa mesma floresta foi reduzida em 14 %, ou seja, uma superfície superior a duas vezes o tamanho da França e numa velocidade de desmatamento 200 vezes mais alta.

O desflorestamento continua num ritmo acelerado atualmente. Além das superfícies destruídas, é a peculiaridade da floresta que está em jogo.

Alguns madeireiros não hesitam em penetrar na floresta só para retirar algumas essências raras de madeiras: a floresta está sendo saqueada.


Os incêndios florestais

Em 2019, as imagens dos incêndios florestais foram expostas no mundo todo, entretanto o “pulmão verde” do planeta continua queimando com uma relativa indiferença. A quantidade de incêndios continuava aumentando em julho de 2020, e foram registradas 6 803 origens de incêndio na região amazonense.

Essa tendência só aumenta, encorajada pelo governo brasileiro que destrói todas as políticas ambientas passadas.

incendies volontaires en amazonie

agriculture et déforestation

A Agricultura

Atualmente, junto com a madeira tropical para exportação e a expansão da pecuária, os ecologistas e os defensores dos povos indígenas tiveram que acrescentar o combate a cultura intensiva da soja, que passou a ser o inimigo número 1 da floresta Amazônica.

Hoje, mais de 80 milhões de hectares de terra no Brasil foram destruídas por esses motivos, ou seja, mais ou menos um décimo da superfície do país.

A soja é cultivada principalmente para alimentar o gado que é uma das causas do desflorestamento. O círculo vicioso está montado.


A pecuária

As densas florestas da Amazônia que cobriam o nordeste do Brasil desapareceram. Não para serem substituídas pelas cidades, mas por um deserto para área de pasto e para fazendas de pecuária que se estendem infinitamente. As últimas parcelas da floresta mais antiga do mundo são as que puderam ser salvas graças a resistência dos Índios contra o avanço dos madeireiros e dos fazendeiros.

A necessidade de espaço para a criação de gado é uma das principais causas dos incêndios florestais. Os grandes fazendeiros brasileiros não hesitam em queimar floresta para multiplicar a criação de gado. A extensão dos últimos incêndios teve dimensões incontroláveis, a tal ponto que milhares de cabeça de gado foram pegas na armadilha e acabaram morrendo queimadas.

élevage et déforestation

orpaillage au Guyana

A extração do ouro

Na Amazônia, a extração em pequena quantidade é predominante, seja ela informal ou ilegal. O mercúrio é utilizado constantemente para separar o ouro do mineral: dessa forma os garimpeiros utilizam em média 1,3 quilo de mercúrio para recuperar 1 quilo de ouro. Isso quer dizer que comprando uma joia de ouro de origem desconhecida… você pode estar comprando o peso dela em mercúrio que é jogado na Amazônia e nos habitantes!

O garimpo acaba com o ecossistema pelo desflorestamento e pelo envenenamento dos lençóis freáticos.
Os povos indígenas são as principais vítimas do garimpo.


A extinção dos povos indígenas

A doença, a fome, os ataques armados, os incêndios e a desculturalização pela evangelização dizimam um pouco a cada dia os Índios da savana ou da grande floreta amazonense.
No início do nosso século os Índios do Brasil eram mais de 500 000. Hoje, eles são apenas um pouco mais de 70 000.

Eles devem enfrentar todas as ameaças citadas anteriormente: incêndios, desapropriação de terras, aculturação pelas missões evangélicas, envenenamento por causa do mercúrio….
O combate pela preservação da cultura indígena e dos povos é mais do que nunca atual.

RAONI